segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Alunos do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil têm primeira experiência com bonecos gigantes






 Mascotes posam no trapiche da lagoa, na Praça Lauro Carneiro de Loyola

 Mascotes da Festa do Pirão com idosos do projeto “Caminhando para uma Vida Saudável”


Mascotes da 14ª Festa Nacional do Pirão com as crianças do PETI de Barra Velha
Fotos Gaspar Toscan



Os alunos do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil de Barra Velha (PETI) tiveram na quinta-feira pela manhã (dia 26 de agosto) a primeira experiência com a manipulação dos bonecos gigantes criados para a 14ª Festa Nacional do Pirão. Neste ano, três alunos do programa vão atuar durante a festa como condutores dos bonecos, juntamente com outros dois rapazes que já desempenharam essa atividade no ano passado.

A apresentação dos bonecos aconteceu na Praça Lauro Carneiro de Loyola, no centro da cidade, com a presença da presidente da Fundação de Turismo local, Conceição Freitas, do secretário de Turismo Douglas da Costa e das monitoras Juliana e Márcia, do PETI.

Os três alunos manipularam os bonecos menores da festa – o camarão e o siri criados no ano passado, pela Companhia de Teatro Liberdade, de São José dos Pinhais – PR, e ainda a nova mascote, o peixe desenvolvido nas cores da bandeira de Barra Velha, criado para a edição de 2010 juntamente com a boneca gigante da esposa do pescador, uma fileteira de peixe.

A princípio, os três bonecos menores ficarão sob a tutela de três alunos do PETI, na faixa etária entre 14 e 15 anos, e os dois maiores – o casal de pescadores – fica com Andrei Leandro dos Santos e Valdir Raimundo Júnior, que atuaram no ano passado. Na manhã de quinta-feira, o deslocamento dos bonecos para uma sessão de fotos foi acompanhado por cerca de 30 alunos do programa, com a participação da secretária Oleias Nogaroli, do Bem Estar Social.



Os três estudantes, juntamente com Andrei e Junior, foram até o trapiche da lagoa, onde foram fotografados para um material de divulgação na imprensa local. Durante a festa, os bonecos são atrações celebradas – muitos turistas procuram as mascotes para fotos que se tornam verdadeiras lembranças da cidade. A magia dos bonecos gigantes acaba servindo como ação pedagógica por parte do PETI, que irá continuar atuando com os bonecos após o término da festa em peças de teatro e ações culturais, segundo informa a coordenadora Dilcicléia Gonçalves.



“Nós já tínhamos a vontade de trabalhar com o teatro de bonecos, dentro do campo pedagógico”, comenta Dilcicléia. “Esses bonecos estimulam a criatividade não só dos manipuladores, mas de todas as crianças, que podem interagir com a sociedade de uma maneira diferenciada da linguagem convencional”, acrescenta.



“A chegada dos bonecos e a apresentação ao PETI já deu uma mostra de como será a reação do público durante a festa, já que várias pessoas que estavam na praça da lagoa chegaram para fazer fotos”, comenta Conceição Freitas. “Até mesmo os idosos participantes do projeto ‘Caminhando para uma Vida Saudável’, da Prefeitura, estavam fazendo exercícios físicos no coreto da praça e registraram o momento”, completa.



A Festa Nacional do Pirão acontece de 3 a 7 de setembro, na área de eventos do entorno do Ginásio de Esportes Alfredo José de Borba, com shows nacionais e regionais, feira da indústria e comércio e a gastronomia baseada nas variedades do pirão servidas com os demais frutos do mar. Os bonecos gigantes foram criados pelo casal Tadica Veiga e Jelson Cruz, referências no teatro de bonecos no Estado do Paraná, através do projeto “O Boneco e a Sociedade”, premiado com o Troféu Myriam Muniz, da Funarte.



Fonte:

Douglas Costa

Secretário de Turismo

Fone (47) 3446-1231 ou 9179-1290



Conceição Freitas (Caruda)

Presidente da Fundação de Turismo

Fone (48) 9179-1285



Dilcicléia Gonçalves

Coordenadora do PETI Barra velha

Fone (47) 3456-2644